<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1902477713099717&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">
Tempo de leitura 2min
NEC
17 mai 2022

A Inteligência Artificial como motor de transformação digital na saúde

Na esteira da transformação digital, a Saúde 4.0 une tecnologia e conhecimento para melhorar a qualidade de vida das pessoas

Há poucos anos, telemedicina era um assunto ainda ocasionalmente debatido e ainda fora dos holofotes. Com a chegada e subsequente superação da pandemia de 2020, a situação está completamente diferente. Avanços nas tecnologias de conectividade e aprovação da prática de medicina remota pelos órgãos reguladores tornaram esta prática algo comum e altamente benéfico para a sociedade. E isso é só o começo de uma importante evolução técnica na área da saúde.

Além da melhor capacidade de consultas remotas, a medicina hoje conta com uma série de novos recursos que trazem agilidade e precisão para diagnósticos e tratamentos, melhorando substancialmente a qualidade de vida e a recuperação dos pacientes. Um bom exemplo disso é a introdução da inteligência artificial (IA) em diversas atividades hospitalares, desde triagens até realização de exames e outras áreas fundamentais do cuidado com a saúde. Para ilustrar esta nova realidade, você pode conferir aqui alguns exemplos de como esta tecnologia está elevando o desempenho no atendimento em alguns dos melhores hospitais do país.

Prevenção de doenças e diagnóstico precoce

O avanço da IA permite um grau muito mais elevado de precisão nos exames dos mais variados tipos, incluindo hemogramas, biópsias e os diversos tipos de diagnóstico por imagem. Ao aplicar a inteligência artificial nestes contextos, os médicos contam com uma valiosa ajuda, que permite visualizar com clareza problemas como embolia pulmonar em casos de interação prolongada, sangramento intracraniano e intestinal e princípios de fraturas cervicais, entre muitos outros.

Por meio da IA, problemas como estes podem ser identificados em seus estágios mais iniciais, evitando que se agravem e ponham em risco a vida dos pacientes, o que contribui para internações mais curtas e melhor recuperação. Similarmente, doenças graves podem ser identificadas antecipadamente, garantindo o início acelerado do tratamento e aumentando as chances de recuperação.

Contudo, a adoção ampla desta tecnologia requer uma preparação dos hospitais em sua infraestrutura de TI para poder lidar com a enorme quantidade de dados gerada e processada pelas plataformas de IA. Assim, uma opção que vem sendo cada vez mais escolhida por essas organizações é a migração para a nuvem, atuando em modalidades híbridas na maioria das vezes. Com a cloud, o hospital ganha escalabilidade e aproveita todo o poder da IA sem necessariamente investir grandes quantias em equipamentos e infraestrutura física on-premises.

Insights com base em dados confiáveis 

Além de ajudar o indivíduo, as novas tecnologias de análise da Saúde 4.0 permitem identificar tendências populacionais por meio da comparação de resultados de exames. Problemas como diabetes, cardiopatias, psicopatologias e outras questões podem ser identificadas em grandes amostras populacionais de forma precisa, identificando grupos de risco e tendências de aumento dos casos. Isso, por sua vez, permite ao governo e órgãos de saúde desenvolver programas de prevenção, incluindo incentivo a exercícios, dicas de alimentação e qualidade de vida, entre outros.

Assim, a tecnologia torna possível enxergar problemas que ainda não estão consolidados, evitando que se tornem prejudiciais em nível populacional, salvando vidas e evitando a sobrecarga do sistema de saúde.

Robotização de farmácia e produção de remédios 

Em casos de internações e tratamentos de alta complexidade, as novas tecnologias podem ser muito úteis, gerando tratamentos e combinações específicas de medicações para o caso específico de cada paciente. Ao analisar os exames e indicadores mais recentes, as ferramentas de IA podem sugerir combinações otimizadas para cada caso, maximizando sua eficácia.

Um exemplo deste tipo de aplicação é o caso de sucesso da NEC em um hospital onde o tratamento oncológico foi otimizado por IA, criando combinações específicas de medicamentos baseados em exames dos pacientes, tornando-o muito mais eficiente.

Para as organizações da área da saúde, a adoção de tecnologias de cloud, machine learning, IA, entre outras é a porta de entrada para uma nova era de eficiência e resultados, na qual os pacientes são os maiores beneficiados. Para elas, a NEC se coloca como um parceiro de alto nível, que põe sua tradição centenária em excelência operacional à serviço da saúde e do bem estar da população, por meio de tecnologia de ponta e inovação.

Subscreva aqui!