<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1902477713099717&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">
Tempo de leitura 2min
NEC
21 jan 2022

Mesmo sem o público presente nas competições, o megaevento esportivo internacional em Tóquio foi um grande campo de testes para a tecnologia

Biometria, sistemas de visualização de aglomerações e outras soluções de tecnologia de ponta aumentaram a eficiência e a segurança do megaevento esportivo internacional que ocorreu durante o último verão do hemisfério norte no Japão.

Realizado em meio à pandemia de COVID-19, o evento não foi apenas adiado por um ano, foi também fechado para o grande público, em uma tentativa das autoridades de saúde japonesas de conter o avanço da pandemia. No entanto, o evento proporcionou uma oportunidade de implantação de tecnologias que nunca haviam sido usadas antes.

Um novo legado de inovação

Segurança e proteção foram as palavras de ordem do evento, enquanto novas tecnologias ajudaram a tornar o evento um sucesso. Uma das prioridades foi garantir que apenas pessoas autorizadas fossem admitidas em locais restritos. Em 2019, com a demanda por ingressos dez vezes maior que a oferta, a organização do evento investigava a venda de quase 7.000 ingressos comprados com identidades fraudulentas.

A tecnologia de reconhecimento facial pôde impedir fraudes e outros delitos. Atletas, funcionários, voluntários, participantes locais e de outras instalações foram admitidos apenas após serem liberados pelo sistema de reconhecimento facial, o primeiro do tipo a ser usado no evento esportivo. Seus rostos foram escaneados nos pontos de entrada e comparados com imagens em um banco de dados de fotos cadastradas; cartões de credenciamento equipados com chips de circuito integrado também foram vinculados ao sistema.

A solução evita o roubo e a falsificação de cartões. Em alguns locais, a autenticação de íris foi implementada para uma camada adicional de segurança.

A tecnologia de reconhecimento facial faz parte de um portfólio de tecnologias avançadas de autenticação biométrica desenvolvidas pela NEC com privacidade e segurança em foco. A NEC foi classificada em primeiro lugar no mundo desde 2009 no benchmark de tecnologia de reconhecimento facial realizado pelo Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST) dos EUA, e foi novamente classificada na liderança em agosto de 2021.*

“Nossa missão é usar nossas tecnologias para apoiar o gerenciamento seguro do evento, independentemente da presença de espectadores”, disse Masaaki Suganuma, diretor executivo da NEC responsável pelo evento.

Sem arquibancadas lotadas, o sistema de visualização de aglomerações em multidões foi implementado nas instalações onde os mais de 10.000 atletas estavam hospedados. Pela primeira vez, foi possível verificar se havia superlotação em lanchonetes, academias e outras instalações por meio de displays e um aplicativo de smartphone que recebia dados da rede de câmeras.

 

Em outra novidade no evento, a NEC forneceu um sistema de rádio comercial de última geração para garantir comunicações confiáveis entre a equipe de organizadores e fornecedores. Aparelhos LTE/4G sem fio foram usados ​​em 23 locais, dando aos participantes um sinal claro, evitando problemas que podem afetar a recepção de telefones celulares padrão.

Para ajudar a garantir um evento seguro, a NEC forneceu informações em tempo real ao centro de coordenação de segurança do evento. Incluindo atualizações de trânsito, clima, emergências e acidentes relacionados aos 43 locais de eventos, além de mensagens relevantes nas mídias sociais. Uma análise de risco foi realizada para cada incidente, dando ao time de segurança uma visão imediata sobre os problemas de segurança para que pudessem ser tratados ou evitados.

Enquanto isso, a NEC e a Cisco Systems Corporation entregaram cerca de 16.000 roteadores, switches, dispositivos de rede sem fio, dispositivos de segurança e outros dispositivos de rede para dar suporte à infraestrutura do evento. A NEC também criou um ambiente de rede definida por software (SDN) para aproximadamente 20.000 PCs usados ​​pelos oficiais do evento. Isso foi usado para definir as configurações iniciais no momento da instalação do PC, o que permitiu que configurações flexíveis fossem feitas de acordo com cada aplicação.

Rumo ao próximo evento

As tecnologias aplicadas ao evento foram parte fundamental para seu sucesso. Os organizadores do próximo evento, que será realizado em Paris, um século depois da cidade sediar pela última vez em 1924, aplaudiram esta edição como um grande passo adiante.

"Precisamos agradecer aos nossos amigos japoneses, conseguir fazer isso nesta situação em particular é incrível, é uma conquista notável", disse o CEO Etienne Thobois sobre o próximo evento. "Eles tiveram que lidar com esta situação muito adversa e fizeram um trabalho fantástico. Obviamente, esperamos que daqui a três anos isso fique para trás, ou ao menos não no mesmo nível de preocupação. Mas definitivamente foi um grande aprendizado."

“As tecnologias e soluções, incluindo as da NEC, consistem em um novo paradigma para o próximo evento”, disse Toshiro Yonemura, diretor de segurança do comitê do evento. “Além disso, acredito que continuarão a evoluir e se tornarão absolutamente indispensáveis ​​para a nossa segurança cotidiana.”

*Face Recognition Vendor Test Ongoing, supported by and in collaboration with the US Department of Homeland Security and others, assessed the accuracy of authentication for tens of millions of people using face recognition technologies from top vendors from throughout the world. "Results shown from National Institute of Standards and Technology (NIST) do not constitute an endorsement of any particular system, product, service, or company by NIST.”

Podcast NEC

Subscreva aqui!