<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1902477713099717&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">
Tempo de leitura 2min
08 mar 2016

Liderança de Nível 5

leaders_inspire_1200x627.jpg

Em meu primeiro artigo abordei a importância da Certificação ISO/IEC 27001 para uma organização, procurei dar uma visão geral da norma e apresentar alguns benefícios. A partir de agora, publicarei artigos sobre as cláusulas e controles e, também, sobre a minha experiência em participação de projetos desta natureza. Não é minha intenção dar conselhos ou prestar consultoria, mas sim, trocar experiências, trazer questionamentos e provocar reflexões. Afinal, temos um time de especialistas por aqui.

Desse modo, trago como referência o livro Empresas feitas para vencer do autor Jim Collins para iniciar o tema de hoje, que é: Liderança, cláusula 5 da norma ISO/IEC 27001:2013. Este livro foi escrito com base em uma pesquisa realizada durante cinco anos com empresas que trilharam o caminho da excelência. O autor contou com uma equipe especializada para a realização do projeto que, conforme relata, ficou chocada quando descobriu o tipo de liderança que realmente conduz à excelência, classificada como "Liderança de Nível 5".

Durante a pesquisa, eles identificaram um tipo de executivo nível 5, ou seja, aquele que constrói excelência duradoura, por meio de uma mistura paradoxal de humildade pessoal e força de vontade baseada no profissionalismo. Collins também destacou que este tipo de liderança demonstra determinação inabalável de fazer tudo o que for necessário para gerar os melhores resultados de longo prazo, não importando o grau de dificuldade. Sobre humildade pessoal, ele ressalta que este tipo de liderança canaliza sua ambição na empresa, não em si mesmo; prepara seus sucessores para um êxito ainda maior que o dele, na geração seguinte.

Acredito que esta preocupação com a continuidade da estratégia, seja ela qual for, é essencial para a manutenção do sucesso obtido. Para uma certificação, não é diferente. Não é raro ver por aí estratégias que se perdem ao longo tempo. E ao final de um período, surge a pergunta: Por que fizemos isso?

É fato que o tema liderança é amplamente discutido e, estilos e modelos de gestão estão intimamente ligados às características pessoais, às experiências profissionais, ao contexto das organizações, entre outros fatores. No entanto, o que quero destacar é o papel importante que a liderança precisa desempenhar para a obtenção de uma certificação. De acordo com a ISO/IEC 27001, a Alta Direção deve demonstrar sua liderança e comprometimento em relação ao Sistema de Gestão de Segurança da Informação.

Para isso, precisa assegurar que a Política de Segurança da Informação e os objetivos de Segurança da Informação estão no rumo da estratégia da organização. Além disso, precisa assegurar a integração de requisitos e processos, prover recursos, promover a comunicação, garantir o sucesso dos resultados do sistema, orientar e apoiar pessoas e também promover a melhoria contínua. Resumidamente, esses são requisitos obrigatórios da norma que devem ser implementados, independente do estilo de liderança do executivo.

Adicionalmente, a atenção que um líder dá a um determinado assunto na organização tende a ser um exemplo a ser seguido. Sobre isso, o autor Daniel Goleman ressalta em seu livro Foco: “As pessoas fazem suas escolhas sobre onde se focar com base na percepção que têm do que é importante para seus líderes. Este efeito propagador dá aos líderes uma carga extra de responsabilidade: não estão guiando apenas suas próprias atenções, mas, em grande parte, as atenções de todo mundo”. Portanto, o comprometimento da Alta Direção com o Sistema de Gestão de Segurança da Informação é mais do que um requisito obrigatório, é um requisito de sucesso.

 

Fontes:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO/IEC 27001: Tecnologia da informação – Técnicas de segurança – Sistemas de gestão da segurança da informação – Requisitos. Rio de Janeiro, 2013.

COLLINS, Jim. Empresas feitas para vencer: Por que apenas algumas empresas brilham. Tradução Maurette Brandt. 16. ed. São Paulo: Elsevier, 2006.

GOLEMAN, Daniel. Foco: A atenção e seu papel fundamental para o sucesso. Tradução Cássia Zanon. 1. ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2014. 

Arcon_-_Elaine_Pinto_-_Consultora_de_Qualidade_e_Processos.png

 

New call-to-action

Subscreva aqui!