<img height="1" width="1" src="https://www.facebook.com/tr?id=1902477713099717&amp;ev=PageView &amp;noscript=1">
Tempo de leitura 2min
NEC
13 jan 2022

Os desafios de otimização de data center (e como resolvê-los)

A transformação digital, somada à pandemia provocada pelo coronavírus, impulsionou ainda mais a importância da otimização dos data centers. Isso porque as empresas dependem cada vez mais dessa estrutura para a operação, especialmente aquelas que migraram totalmente para ambientes digitais. 

Hoje, os sistemas críticos de organizações de todos os segmentos possuem uma infraestrutura de comunicação que requer um serviço de gerenciamento de dados com alto desempenho, que evita problemas inesperados. Do contrário, falhas e interrupções podem trazer prejuízos imensuráveis.

Neste cenário, os negócios estão diante da necessidade de fornecer uma conectividade mais robusta e resiliente, fazendo com que as equipes de TI precisem lidar com diversos desafios, de modo a otimizar a gestão dos data centers e mantê-los operantes. 

Para ajudar as empresas a terem conhecimento dos obstáculos e algumas formas de superá-los, listamos os principais deles:

Desafio #1: Espaço físico e capacidade energética 

A instalação de um data center precisa, primeiramente, de um espaço físico adequado, de modo a garantir segurança, eficiência e economia de recursos. Entre algumas abordagens para lidar com essas questões estão o uso de supercomputadores modernos, planejamento dos ambientes, consumo de energia limpa e uso de softwares para monitoramento de processamento e temperatura. 

Com isso, é possível ter um maior controle, reduzindo significativamente o impacto ambiental da operação. O que vai, inclusive, de encontro com a obrigação das organizações de todos os portes e setores em relação à sustentabilidade no consumo de energia elétrica. 

Desafio #2: Segurança digital e física 

Além da segurança física, integrar um sistema de monitoramento permite ter visão completa dos ambientes virtuais, principalmente em um momento em que as empresas estão em formato de trabalho remoto e precisam controlar acessos de diferentes locais e equipamentos. 

Entretanto, essa é uma tarefa desafiadora, na medida em que os crimes cibernéticos se tornam cada vez mais robustos e sofisticados e muitas companhias se encontram despreparadas. 

Para se ter ideia, segundo uma pesquisa de 2020, realizada pela Kaspersky, o Brasil foi líder mundial em vazamento de dados. Além disso, a perspectiva é de piora. Apenas nos dois primeiros meses de 2021, foram mais de 220 milhões de dados expostos que foram para a deep web. 

Outro estudo relevante foi o da companhia Infrascale, que apontou que mais de um terço das empresas entrevistadas perdiam tempo de inatividade por falta de uma infraestrutura de segurança da informação confiável e segura. 

Nesse contexto, em que é necessário aliar a proteção física e a digital, a estratégia das empresas para a otimização do data center tem sido adotar recursos tecnológicos como reconhecimento facial, de íris e digital, aliada com proteção física, como guardas, barreiras e grades para evitar possíveis acessos não autorizados.

Desafio #3: Armazenamento e resiliência para volume de dados

Outro aspecto que traz desafios em relação à otimização do data center é o armazenamento e resiliência para volume de dados. Na prática, isso significa reagir de forma rápida a mudanças, lidar com problemas e se adaptar a um novo cenário corporativo que vem se apresentando desde o início da pandemia. 

Para tanto, servidores, redes, sistemas de armazenamento ou o data center por completo precisam se recuperar de forma rápida para manter as operações, mesmo nos casos de interrupções diversas, como quedas de energia e falhas em máquinas.  

Se esta estratégia, que contempla práticas como governança, treinamento e ferramentas adequadas, não for priorizada, algumas consequências são downtime, custos e lentidão do sistema. 

Desafio #4: Visualização dos recursos virtuais 

A virtualização de sistemas e recursos é altamente recomendada, porém, um desafio importante a ser considerado é a visão que se tem de todo o sistema e os problemas que surgem ao deixar um ponto de lado, podendo até implicar em brechas e afetar a capacidade de processamento. Por outro lado, ao implementar a solução, alguns benefícios são:

  • menor número de servidores;
  • desenvolvimento rápido;
  • servidores dedicados;
  • migração fácil para a nuvem.

A gestão otimizada dos data centers proporciona um ambiente eficiente de inovação, o que representa menos custos de operação, maior capacidade e melhor uso dos recursos, seja de tecnologia ou equipe. 

A NEC apoia empresas na otimização do data center, com expertise e capacidade para apoiar times no desenvolvimento de uma gestão de sucesso.

Consultoria NEC Data Center

Subscreva aqui!